Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008

O conselho pedagógico da minha escola decidiu suspender, por voto secreto, que acabou unânime, todo o processo de avaliação. Explicou-se direitinho por que razões, técnicas e - por que não? - políticas. É dos livros que é da impossibilidade técnica de aplicação da lei que uma lei se esvazia. Daí que os textos - demasiados - que escrevi sobre o tema fugissem da adjectivação política e olhassem para as minudências, que são essas que importa recensear. Delas resulta a inexorabilidade da sua execução ou da sua eliminação. Não se esperava outra coisa do conselho pedagógico. Fez a sua obrigação. Como muitos outros o fizeram. Como diria uma personagem do Lucky Luke: "Estamos contentes". Agora venha o que vier, saibamos em que pé estamos.
publicado por Rui Correia às 13:33
link deste artigo | comentar | favorito

pesquisa

 

arquivo

nós

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
31

t&d
t&d