Sexta-feira, 9 de Janeiro de 2009

tv

Eu vi, reconheço-o. Não me perguntem porquê. Vi, prontos.
É por ser tão deliciosa que copio esta crónica do meu escritor maior. Daniel Abrunheiro.

"Pergunta-me um amigo se vi pela TV a entrevista do primeiro-ministro. Disse-lhe que não. Não vi por uma questão de higiene. Mental. Minha. Muito minha e muito mental. Não vi. Não quero saber. Não sou um jornalista ao serviço dele. Nem dele nem de ninguém.
À hora da dita entrevista, estava eu em casa muito sossegadinho a ler o meu dicionário da Porto Editora, escrito ainda sem a porcaria ortográfica pró-brasuca que aí vem. “Higiene mental: ramo da higiene destinado a manter a saúde mental e a assegurar a profilaxia das neuroses e das psicoses, combatendo os factores nocivos (excessos de tabaco, choques emocionais, intoxicações, alcoolismo, etc.)”. Tirando a parte do alcoolismo, percebi tudo.
Como não rimo “jornalista” com “acólito”, não assisti, nem de joelhos nem de cócoras, à tal entrevista. Tinham-me dado uma rica garrafa de tinto maduro, a mulher tinha trazido broa e bacalhau desfiado, num frasco de vidro grosso havia azeitonas perfumadas de alho e coentros em sal também grosso. Comemos e bebemos à saúde um da outra. Nem ela nem eu vimos a entrevista do senhor. Não vimos. Cheira-me que também não vamos ver a próxima.
A minha mulher também é muito higiénica. Por dentro e por fora. Foi uma riqueza que me aconteceu, a minha senhora. Às vezes, estamos na cama e rimo-nos muito. Eu digo o nome de um ministro (um qualquer) e ela desata-se a rir, contagiando-me irreversível e inelutavelmente. Depois, ela diz o nome de outro (outro qualquer) e eu desmancho-me, contagiando-a inelutável e irreversivelmente. De modo que somos felizes assim, felizes com a desgraça dos outros portugueses que já não se riem. Podia dar-nos para pior.
O amor é assim: nenhuma TV e um fio aromático de coentros cortando a espuma roxa de um tinto para esquecer"

Sempre aqui. Todos os dias aqui.
publicado por Rui Correia às 17:35
link deste artigo | comentar | favorito
3 comentários:
De fj a 10 de Janeiro de 2009 às 21:42
canis, canis... eu é que me rio de tu a rires.
De Canis Multiplus a 10 de Janeiro de 2009 às 15:09
aquela parte dele coela na cama tá porreiro, fartei-me de rir.

(14 de fevereiro não sei se posso. vou pensar nisso. ele às vezes dá-me pra pensar. faço mal, eu sei. uma vez fui a Seia ver os terilene. aquilo taba porreiro.)
De Paulo G. Trilho Prudencio a 9 de Janeiro de 2009 às 21:38
Genial. [] paulo.

Comentar post

pesquisa

 

arquivo

nós

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
31

t&d
t&d