Sexta-feira, 8 de Maio de 2009

Júlio, césar

voleibol.jpg

Eu não sei o que é que este tipo tem mas não lhes dá hipótese nenhuma. O meu amigo Júlio Reis é mágico. Dêem-lhe uma mão cheia de miúdos. Dêem-lhe tempo. Dêem-lhe algumas condições que ele enumerará muito cedo e asseguro-vos que ele leva os rapazes onde eles nunca pensaram chegar. O Júlio Reis é um homem com um grande coração, competente, risonho, atento, pai cuidadoso e tem esta coisa de ser treinador de voleibol. Já recusou convites aliciantes para transformar outros miúdos em campeões. Aqui há dias disse-lhe que um dia destes a cidade ainda lhe dá uma medalha de honra. Foi só para o ouvir dizer-me que sim, que já lhe tinha dado. Quando percebeu a minha marosca deu-me uma palmada forte nas costas, a rir, danado por ser patinho.

Mas voltemos ao voleibol. Agora o Júlio tem um problema. Ele que respira esta constante sombra de treinos e miúdos em que se movimenta lindamente, agora levou o Sporting das Caldas à primeira divisão. Agora está na primeira linha. Nós também. Estaríamos na primeira linha para o apoiar caso esta presença na primeira divisão nacional não corresse bem. Mas, faz-me cá parecer que a história terá outros desfechos. Seja como for, muitíssimos parabéns, Júlio.


Já agora, só mais uma coisinha, 3-0 também não era preciso, não é, Júlio?
publicado por Rui Correia às 15:50
link deste artigo | comentar | favorito

pesquisa

 

arquivo

nós

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
31

t&d
t&d