Segunda-feira, 16 de Maio de 2011

amor de mãe

No momento em que uma amiga tão próxima como próximo é possível ser, perde a sua mãe, inesperada e violentamente, dedico-lhe esta peça linda não para a confortar, porque não há conforto possível, mas para que chore muito mas ame mais ainda. Somos coisa rara, como bela e pequena.

 

 

 

publicado por Rui Correia às 20:06
link deste artigo | comentar | favorito

pesquisa

 

arquivo

nós

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
31

t&d
t&d