Domingo, 27 de Março de 2011

Luz

Para alguém como eu, um doutorado em ignorância absoluta sobre astronomia, por todas as razões, em especial por causa do absoluto fascínio ontológico que todas as coisas astronómicas me provocam, ver um documentário como aquele que acabo de assistir é uma experiência quase epicurista. Chama-se "wonders of the universe" e segue-se a outra série que desconheço chamada "wonders of the solar system". O seu criador chama-se Brian Cox (uma espécie de Josh Groban da física) e o texto é - atente-se - magnífico. Carl Sagan tem um discípulo. Aliás este professor de Manchester e operário do CERN, faz tournées nacionais de divulgação científica que esgotam o Hammersmith de Londres. Da mesma forma como a conjunção arbitrária das coisas - algo que os felizes preferem chamar Deus - criou as maravilhas físicas de que fala o programa, também esta série junta um extraordinário poder de comunicação, empatia, informação e credibilidade, tudo num só tipo, provocando aquele incontrolável maravilhamento que todos sentimos quando nos apercebemos estar na vizinhança da inteligência.. O programa de hoje chamava-se "the story of light" e foi sensacional. Ainda por cima isto nem passa em canais em Portugal. Mas está à venda na Amazon, que eu já andei a esgravatar. Existe, pois, esperança. O site oficial do físico fica aqui. http://www.apolloschildren.com/brian/ Também anda nas Ted talks, evidentemente. http://www.ted.com/talks/brian_cox_on_cern_s_supercollider.html
publicado por Rui Correia às 22:31
link deste artigo | comentar | favorito
1 comentário:
De melhor detective privado a 29 de Novembro de 2011 às 02:00
boa onda muito tks. ver isto é bastante mt bom. aquela publicação ficou fantástico.. considere-me visitante regular a 100 aqui do blog. abraços

Comentar post

pesquisa

 

arquivo

nós

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
31

t&d
t&d