Domingo, 20 de Junho de 2010

panteão

Ouvir a Maria do Céu Guerra dizer que o Cavaco Silva deveria ir ao funeral do José Saramago é ignorar aquilo que não me canso de repetir: para Cavaco Silva a diferença que há entre uma pedra e uma estátua é que a estátua, inexplicavelmente, parece vender-se melhor.
publicado por Rui Correia às 01:43
link deste artigo | comentar | favorito
8 comentários:
De Lúcio a 21 de Junho de 2010 às 17:02
Mesmo se o falecido abominasse tal presença?
De Rui a 21 de Junho de 2010 às 18:00
Compreendo o seu ponto de vista. Mas, a julgar pelo que Saramago pensava acerca da morte, duvido que isso o importune.
De Lúcio a 21 de Junho de 2010 às 21:05
...ou que o Panteão o apazigue.
De Rui Correia a 22 de Junho de 2010 às 00:53
:)
De Lúcio a 22 de Junho de 2010 às 14:39
Mas uma ruazita na poirenta, suja, descuidada cidade da rainha far-lhe-á derradeira justiça...
De Rui a 22 de Junho de 2010 às 18:16
Já vi que é um adepto, tanto de Saramago como das Caldas da Rainha. Ou então tem outra agenda. Em todo o caso, entre varrer e falar de quem não varre, sempre preferi varrer.
De Lúcio a 22 de Junho de 2010 às 18:35
Falta o ponto de interrogação no meu "comentário" anterior; do lapso, que altera o justo sentido do mesmo, peço desculpa ao Rui e ao(s) seu(s) leitor(es).
Em todo o caso, varra, varra, caro Rui! Se possível com mais eficácia que a conseguida até aqui. Que tal propor a compra de uma auto-vassoura? :-)
De Rui a 23 de Junho de 2010 às 16:36
Conto, pois, consigo.

Comentar post

pesquisa

 

arquivo

nós

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
31

t&d
t&d