Sábado, 19 de Junho de 2010

fitas

Li nos jornais locais a forma como retrataram o episódio entre o Engº Delfim Azevedo e o Dr. Fernando Costa. A páginas tantas metem-me também a mim no frenesim. A atitude de inominável deslealdade institucional que o presidente da câmara protagonizou nessa noite pedia muito mais do que aquilo que se passou. Em todo o caso, para mim que passei uns bons vinte minutos mais ou menos paramédicos a deitar, aqui, água numa fervura absolutamente justa e justificada, e, ali, em outras duas exaltações destemperadas, dá apenas vontade de rir quando me associam a todo aquele frenesim.

 

Não resisto a destacar-vos este parágrafo. Nele, tudo, mas tudo mesmo, é inventado.

 

"Fernando Costa acabou por sair do edifício debaixo de alguns insultos e de forma rápida escusou-se a trocar argumentos com o vereador do PS. Quem ficou a defender a dama foi Tinta Ferreira e Maria da Conceição, que estiveram alguns minutos no hall de entrada dos Paços do Concelho a tentar acalmar a posição dos dois vereadores do PS, que se mostraram enganados pelo presidente da Câmara".

publicado por Rui Correia às 20:35
link deste artigo | comentar | favorito

pesquisa

 

arquivo

nós

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
31

t&d
t&d