Sábado, 8 de Maio de 2004

um quinto ás

bluff.jpg

"Bluff your way in Modern Art", "Bluff your way in Music", "Bluff your way in Science", "Bluff your way in Economics", "Bluff your way in Philosophy", "Bluff your way in Sex" e outros mais, são títulos de uma série famosa chamada Bluffer's Guides, livros de bolso com 70 páginas, compostos em letra grandinha, que permitem a qualquer pessoa ter uma conversa social informada sobre alguns dos mais importantes temas do nosso tempo. Foram um imenso sucesso de vendas em todo o mundo. Em Portugal chamaram-se "O especialista instantâneo em...", um título menos confesso, mais eufemístico do que o original. Na verdade, estes livros, que li com imenso agrado, são bons. Como os seus autores sabem que estes livrinhos não são sequer uma espécie de "Essenciais sobre", uma vez que ali não vem o essencial, enveredaram por um estilo trocista e humorado, em que apenas instruem sobre como responder a pessoas que façam comentários realmente cultos e informados, evitando assim que passemos, sobretudo em frente de mulheres bonitas, por imberbes culturais. Um livro de utilidade pública, como se vê. Manuais de camuflagem social sobre como fazer um convincente bluff cultural.

Outra coisa, que é a mesma:

“Nome do curso: skimming e scanning - técnicas de leitura rápida.
Objectivo do curso: melhorar as capacidades gerais de apreensão das informações escritas, esperando-se que os participantes aumentem a sua velocidade de leitura para o dobro da velocidade habitual.
Duração: 20 horas
Local: Universidade Técnica de Lisboa”

Fui ver. Skimming. Uma técnica de leitura rápida de livros, que promete permitir ler um livro de 200 páginas em apenas 20 minutos. Cito:

"Técnicas de skimming

1. Leia o título, os subtítulos e cabeçalhos para descobrir sobre o que fala o texto.
2. Observe as ilustrações para retirar mais informação sobre o tópico.
3. Leia a primeira e última frase de cada parágrafo.
4. Não leia todas as palavras de cada frase. Passe os olhos pelo texto, retendo apenas as palavras essenciais.
5. Continue sempre a pensar no significado do texto."

Imagine-se o que posso ganhar se fizer skimming de todos os livros da colecção “Bluff your way in…”. Torno-me um enciclopédico renascentista em menos de 90 minutos, sem necessidade de prolongamento e sem ir a penalties.

Que dias estes, os nossos. Tenho para mim que aquilo que há de mais importante na leitura é justamente a sua demora; obedecer ao enleio de uma história que impõe uma duração mínima, legislada pelo autor, para incorporar no leitor os meandros do enredo ou do processo intelectual que edifica a mensagem da sua obra. Uma apropriação que deve decorrer com a velocidade que o escritor escolhe. Não a que o leitor disponibiliza. Tito Lívio, Camões, Dante, Dostoievsky, Melville, Proust, Mann, Joyce, O’Brian escreveram livros demorados. Livros escritos para demorar a ler. Sem bluffs. Fintar a demora da leitura não é senão uma burla; um quinto ás.

Outra coisa, a fingir que não é a mesma, mas é:

Quando o exército romano conquistou a Grécia, cedo percebeu que se tratava de uma civilização muito superior à sua. Os educados escravos gregos eram caríssimos. Com o lento passar do tempo, Roma sucumbia à autoridade cultural helénica. Em breve se espalhou a máxima “Graecia capta ma non victa”. Capturada sim, mas não vencida.

Assim, julgo eu, é a cultura. Podemos saber o que um livro diz em 20 minutos; podemos até vencer em conquistas sociais com sofisticados remates intelectuais, mas aquilo que mais é, é deixar que o que lemos, sobretudo se morosamente, amorosamente nos vença.

_____________

PS. Fui ler de novo as cinco técnicas de skimming, aplicando as cinco técnicas de skimming. Apenas retive o título e a última frase: "Continue sempre a pensar no significado do texto." Funciona!

_____________

links:

sobre os Bluffer's Guides:
http://www.ovalbooks.com/bluff/index.html

sobre Skimming:
http://www.bbc.co.uk/skillswise/words/reading/techniques/skimming/factsheet1.shtml
publicado por Rui Correia às 12:16
link deste artigo | comentar | favorito
1 comentário:
De frangipani a 9 de Maio de 2004 às 20:34
Tenho esse livro aqui na minha biblioteca. É uma edição do público. O autor tem um nome invulgar: Desidério Murcho. Mas o engraçado prende-se com os tipos: especialista instantâneo em filosofia, em ciência, em economia, em arte moderna, em música e em...sexo. Ele há cada especialidade instantânea...

Comentar post

pesquisa

 

arquivo

nós

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
31

t&d
t&d