Segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2005

homo electus XVIII

josegil.jpg

Maravilhosa a entrevista na SIC notícias a José Gil. A desmontagem da posição demissionária de Santana Lopes e da ambiguidade socialista que não resiste ao “discurso da conjugalidade” foi simples e completa. Um optimismo crente mas pleno de ironia. "Sempre haverá pensadores e cada vez os haverá mais. Pensadores livres." A falta que fazem pessoas com pontaria. "Pensar livremente é difícil mas libidinoso". É sempre excitante testemunhar a forma como os intelectuais verdadeiros podem ter algo de operante a oferecer-nos para um mais meritório e completo domínio da realidade, função primeira e última de todo o pensamento. Justum et tenacem.
publicado por Rui Correia às 23:06
link deste artigo | comentar | favorito

pesquisa

 

arquivo

nós

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
31

t&d
t&d