Sábado, 7 de Maio de 2005

boda

pais.jpg

Fazeis anos. Hoje. Sobe-me um sorriso na cara. Imagino a cor que o dia vos empresta como a todos os que vos amam. Rodeados de um casto e largo amor dado ao límpido prazer de apenas vos terem. Como deve ser. No entanto, parece que foi ontem. Parece que foi ontem que nunca um dia se vos deu tão sublime; tão poderoso e tão puro. Como se afinal houvesse uma fagulha de razão nos que nos dizem não ser a vida o que dela cremos, mas sim o que dela queremos. Fazeis anos. Mas, mais uma vez, nunca como hoje.
publicado por Rui Correia às 01:14
link deste artigo | comentar | favorito

pesquisa

 

arquivo

nós

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
31

t&d
t&d