Quinta-feira, 12 de Junho de 2008

regresso

Absolutamente exemplar a forma como o deputado Mota Amaral interveio hoje no Parlamento. Aquilo que pode fazer com que as pessoas regressem à política e que a política regresse à política é exactamente através de exemplos como o seu, de hoje. A singular correcção das suas intervenções, de sabor verdadeiramente republicano, já valia por si como uma machadada violenta no que têm sido as altercações parlamentares, verdadeiros combates corpo a corpo sem qualquer desfecho útil. As intervenções de Mota Amaral trouxeram dignidade e sobretudo utilidade para o debate parlamentar; demonstraram que existe vida naquela casa, que só pertence, por mais cépticos que nos divirtamos a ser, a todos quantos sabem que o voto é uma arma.
publicado por Rui Correia às 15:59
link deste artigo | comentar | favorito
1 comentário:
De Tito de Morais a 12 de Junho de 2008 às 23:23
Boas!
Não ouvi o que o Mota Amaral disse hoje no Parlamento. A ver se ainda o apanho na Sic Notícias. No entanto, ao ler o que escreveste, não me parava de vir à cabeça aquela que deve ter ficado como a sua mais conhecida intervenção, pelo menos enquanto Presidente da AR: "...sessenta e nove. Curioso número!"
Abraço
Tito

Comentar post

pesquisa

 

arquivo

nós

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
31

t&d
t&d